Arquivo

Archive for junho \19\UTC 2011

Redirecionando STDOUT e STDERR da saída padrão para um arquivo de texto no Windows ou Linux

O Windows e o Linux possuem 3 streams de dados padrão

STDIN

Trata da entrada de dados padrão do sistema, geralmente é feita através da inserção de dados no console pelo usuário. 

STDOUT

Está relacionada com a saída padrão de dados padrão, que na maioria das vezes é mostrada no console também.

STDERR

É o stream padrão de erros, ou seja todos os erros são direcionados pra ele. O console também é o stream padrão de erros.

É possível redirecionar tanto o STDOUT como o STDERR para um arquivo de texto através de alguns comandos válidos tanto em Linux quanto em Windows.

Utilizaremos como exemplo o comando “dir filetroll.???” que irá mostrar uma mensagem na tela que pode ser dividida em duas partes (Em linux podemos utilizar o comando “ls filetroll.???” para resultados semelhantes).

STDOUT

O volume na unidade C é Acer O número de série do volume é 027D-3142

STDERR

Arquivo não encontrado

Apesar das duas partes formarem uma única  mensagem, elas são direcionadas para streams diferentes.

Redirecionando STDOUT para um arquivo

dir filetroll.??? > saida.txt

Redirecionando STDERR para um arquivo

dir filetroll.??? 2> erro.txt

Redirecionando STDOUT e STDERR ao mesmo tempo

dir filetroll.??? > saida.txt 2> erro.txt
Anúncios
Categorias:Tutorial Tags:, , , ,

Teclas de Atalho no Blender 3D

Após vários posts de guia de interface do Blender 3D, agora vamos mudar um pouco. A partir deste post vamos intercalar da seguinte forma: post guia de interface, post com dicas e post com tutorial de modelagem.

Agora pra começar vamos a um post com dicas, segue abaixo atalhos para as ferramentas básicas de seleção, navegação e transformação no Blender.

Tecla A: (Select/Deselect All) Seleciona objetos ou desfaz a seleção dos mesmo.

Tecla B: (Border Select) Cria uma área retangular que permite selecionar mais de um objeto, utilize a tecla B e mantenha pressionada a tecla Shift para a seleção dos objetos desejados. Se pressionado duas vezes torna o cursor esférico permitindo “pintar” a seleção nos objetos. A área do cursos pode ser alterada com as teclas + ou -.

Tecla Ctrl + LBM(Botão esquerdo do mouse): (Lasso Select) Cria um laço e permite selecionar os objeto a mão livre. Para a retirar a seleção de um objeto utilize a tecla CTRL em conjunto com SHIFT e crie um laço em volta do objeto que deseja retirar da seleção.

Teclas Shift +F4: (Data Select) Seleciona objetos pelo nome.

Tecla Alt + LMB: Rotation view.

Teclas Alt + Shift + LMB: Pan View.

Teclas Shift + Barra de Espaço: Maximiza o 3D view.

Teclas Shift + P: (Render Preview) Pré-vizualização do Render. Permite renderizar o 3D view ativo sem a utilização da câmera. Funciona somente no Object Mode.

Tecla Z: Alterna entre wireframe e Solid.

Teclas Shift + Z: Alterna entre wireframe e shaded.

Tecla G: (Grab) Move os objetos no 3D view.

Tecla S: (Scale) Altera a scala dos objetos no 3D view.

Tecla R: (Rotation) Rotaciona os objetos no 3D view.

Teclas Alt +G: Desfaz o movimento do objeto.

Teclas Alt + S: Desfaz a escala do objeto.

Teclas Alt + R: Desfaz a rotação do objeto.

Tecla E: (Extrude) Efetua extrusão nos objetos. Só funciona no Edit Mode.

Tecla F: (Make Egde/Face) Cria faces em seleções de 3 ou 4 vértices.

Tecla K: (Knife) Disponibiliza várias opções de corte.

Teclas Ctrl + R: (Face Loop Cut): Efetua divisões (cortes) em loop.

Teclas Ctrl + J: (Join) Une duas malhas em uma só.

Tecla P: (Separate) Divide uma malha em duas.

Tecla V: (Rip) Separa vértices e bordas soldadas.

Teclas Shift + P: (Push/Pull) Empurra e puxa vértices selecionados. Funciona no Edit Mode

Teclas Ctrl + P: (Make Parent) Tornar objetos em hierarquias, denominando-os “pai” e “filhos”.

Teclas Shift + E: (Crease Subsurf ou Egde sharpness) Cria vincos em segmentos selecionados.

Tecla W: (Menu specials) Disponibiliza várias opções úteis na modelagem.

Teclas Ctrl + E: (Edges Especials) Disponibiliza várias opções de seleção e manipulação de segmentos (Edge).

Teclas Ctrl + N: (Recalculate Normals Outside) Recalcula as normais para fora do objeto.

Tecla H: (Hide Selected) Oculta os objetos.

Teclas Alt + H: (Show Hidden) Revela objetos ocultos.

Teclas Alt + M: (Marge) Solda vértices selecionados.

Teclas Shift + D: (Duplicate) Duplica objetos.

Teclas Ctrl + M: (Mirror) Espelha os objetos.

Teclas Shift + S: (Snap) Permite interagir com o cursor 3D.

E essas são algumas teclas, você também pode encontrar mais teclas de atalho no blog Blender Total.

Bom, espero que tenham gostado e até o próximo post sobre Blender!

Autora:
Lais Farias, graduanda do curso de Bacharel em Sistemas de Informação na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Referências:
REINICKE,José Fernando. “Modelando Personagens com o Blender 3D”, Editora Novatec. Publicado em fevereiro de 2008 em São Paulo,SP.

Categorias:BLENDER, DIVERSOS, Tutorial

Para quem ficou triste que o google acabou com a brincadeira…

Todo mundo deve ter visto o “doodle” do google homenageando um tal de Les Paul, assim como o “doodle” do pacman, este da guitarrinha já deixou saudade …

 

aí um site que encontrei que salvou o aplicativo!

 

e segue aqui uma pequena lista de umas notinhas que você pode tocar 🙂
para tocar com o teclado basta clicar no icone do tecladinho…

  1. HINO DO MENGAO – 334352 35321 12164865 121648 8537 64266 5315 353123 334352 343531
  2.  “Otherside” (Red Hot) – 6 6 69 9 0986 6 5 5 86
  3. “Asa Branca” – 1235534 1235543 11235 54314 33223 2211
  4. “One” (Metallica) – 3-7-3-5, 1-7-1-5, 3-7-3-5, 1-7-1-5-8
  5. “In the End” (Linkin Park) – 2 6 6 4 3 3 3 342 6 6 4 3 3 3 342 6 6 4 3 3 3  342 6643
  6. “Run to the Hills” (Iron Maiden) – 0 009 990 889 778
  7.  “Star Wars” –  3 3 3 1 5 3 1 5 3 7 7 7 8
  8. “Parabéns pra você” – 5565 887 5565 998 5550 8876 4408 998
  9. Tema do Harry Potter – E Y I U Y P O U Y I U Y U E
  10. “Atirei o Pau no gato” – 543234555-65444-54333-11666-76555-435-435-4321111
  11. “Tema do Indiana Jones” – ERTI WER TYUP YU IOP
  12. “Brilha brilha estrelinha” – AAGGHHG FFDDSSA GGF DDS GGFFDDS AAGGHHG FFDDSSA
  13. “Garota de Ipanema” – 977699 777699 777699 777686 66657 555545
  14. “Cai cai Balão” – 5543 5543 565432 234 234 234 5654321
  15. “Simpsons” – 4-6-7-9-8-6-4-2-1-1-1-1
Divirta-se!

Categorias:DIVERSOS

Desvendando o Blender (Parte 3.4)

Criando Grupos

Neste post vamos detalhar mais a parte de grupos e para isso vamos criar dois grupos e adicionar objetos aos mesmos, sendo eles grupo dos cubos e esferas. Vamos para essa criação vamos utilizar as duas opções disponíveis, que são o meno e a tecla de atalho, então agora vamos… Mãos a obra!

O primeiro passo é criar vários cubos e após criados aciona-se o painel Object and Links, clica-se o botão Add to Group e escolhe-se a opção Add New, como nas imagens abaixo.


Agora determine que o nome desse grupo seja Cubos, depois de criado e nomeado selecione um dos cubos depois clique o botão Add to Group e escolha o grupo Cubos. Assim, o cubo selecionado fará parte do grupo Cubos. Repita o processo para o todos os cubos. Ressaltando que um objeto pode pertencer a vários grupos que estão listados no mesmo menu Object and Links, como você pode observar nas imagens abaixo.


Caso você queira que um dos objetos deixo de pertencer ao grupo é só selecionar o objeto e pressionar o ícone X, que se encontra localizado logo a direita do nome do grupo, pois assim ele deixará o grupo em questão. Para selecionar todos de um mesmo grupo, seleciona-se um dos objetos que pertencem ao grupo e pressiona-se as teclas SHIFT+G. No menu que aparecerá escolhe-se a opção Objects in Same Group, como mostra a imagem abaixo.

As outras opções no meno de seleção são as seguintes:

Children: Caso o objeto selecionado esteja em uma hierarquia, todos os seus filhos são selecionados. São selecionados os filhos de objeto ativo e os filhos de seus filhos. O objeto selecionado originalmente é removido de seleção.

Immediate Children: Essa opção é semelhando à opção Children, mas aqui apenas os filhos imediatos do objeto ativo são selecionados. O objeto selecionado originalmente também é removido da seleção.

Parent: Caso o objeto ativo esteja em uma hierarquia, seu pai na hierarquia é selecionado e o objeto originalmente selecionado é removido da seleção.

Siblings (Shared Parent): Essa opção seleciona os objetos que compartilham o mesmo objeto pai em uma hierarquia. Por exemplo, em uma extrutura em que temos três cubos, filhos de uma esfera em hierarquia. Selecionando um dos cubos e acionando essa opção, os outros dois cubos são selecionados já que todos compartilham a esfera como pai.

Objects of Same Type: São selecionados os objetos do mesmo tipo do objeto ativo. Por exemplo, ao selecionar uma esfera e acionar essa opção, todas as esferas serão selecionadas.

Objects on Shared Layers: Nessa opção, são selecionados os objetos que estão nas mesmas camadas do objeto selecionado, quando essa opção foi acionada.

Object Hooks: É selecionado o objeto que está agindo como gancho no objeto selecionado. Os ganchos são uma ferramenta de animação e serão abordados em detalhes em posts futuros.

Dica: Utilize o menu de seleção para gerenciar e manipular a seleção de objetos que estão em grupos ou hierarquia. Assim, pressionando as teclas SHIFT+G, você poderá manipular a seleção de múltiplos objetos de maneira rápida.

Outra alternativa para gerenciar e atribuir grupos a objetos é utilizar as teclas CTRL+G.
Agora vamos criar várias esferas e, logo após um grupo chamado Esferas. Depois de o grupo estivar pronto, selecione todas as esferas ou objetos que devem pertencer a ele é pressione as teclas CTRL+G que aparecerá um menu como mostra a imagem abaixo

Add to Existing Group: Com essa opção, os objetos selecionados são adicionados a um grupo já existente.

Add to Active Objects Groups: Os objetos selecionados são adicionados ao grupo em que está o objeto ativo. Por exemplo, se tivermos três objetos, de modo que um desses objetos pertence a um grupo chamado “Cubos”. Ao selecionarmos dois desses objetos e, por último, o objeto que pertence ao grupo “Cubos”, este será o objeo ativo. Acionando esta opção, os dois objetos selecionados inicialmente serão adicionados ao grupo “Cubos”.

Add to New Group: Nessa opção, um novo grupo é criado e os objetos selecionados são adicionados a este.

Remove from Group: Podemos remover os objetos selecionados de um grupo ao qual eles já façam parte.

Remove from all Groups: Podemos remover os objetos selecionados de todos os grupos em que estão inseridos.

Quando escolhemos a opção Add Existing Group um outro menu aparecerá mostrando todos os grupos que já existem, então optamos pela opção Esferas, e os objetos que havíamos selecionado serão adicionados. Uma outra opção é utilizando o Toolbox, selecionamos os objetos que desejamos, acionamos o Toolbox usando a tecla de atalho Barra de Espaço e podemos escolher qual grupo adicionar, como podem observar na imagem abaixo

Bom, espero que tenham gostado e até o próximo post sobre Blender!

Autora:
Lais Farias, graduanda do curso de Bacharel em Sistemas de Informação na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Referências:
BRITO,Alan.Blender 3D: Guia do Usuário”, 3ª EDIÇÂO. Editora Novatec. Publicado em outubro de 2008 em São Paulo,SP.

Categorias:BLENDER, DIVERSOS, Tutorial